quinta-feira, janeiro 25, 2007

Frustração Habitacional

Morar nos Netherlands parecia ser uma coisa muito boa, simples, fácil e rentável: tem muito trabalho, paga-se muito bem, é fácil comprar casa, é bom de viver aqui...

Claro, se você não se cuida, e não consegue se adaptar à realidade local, e satisfazer todas as condições dos Neetherlanders, morar aqui pode se tornar um grande problema.

Eles tem regras sobre como você deve proceder para alugar um apartamento, que tipo de apartamento você pode alugar, quanto você deve gastar com isso, e, em alguns casos, até o tamanho e a quantidade de casas que estão disponíveis em um certo local é regulado pelo Estado.

Eu, por exemplo, não me enquadro em diversos quesitos: não sou mais solteiro, portanto não posso alugar apartamentos destinados aos solteiros. Mas também não sou divorciado, e, assim, por que isso traria um universo de novas complicações para o meu divórcio iminente, não devo comprar uma casa... assim, eu fico numa posição considerada um vácuo legislativo.

Claro, isso tem muitas coisas boas, mas também algumas bem ruins. Exemplo: faz um mês hoje que eu estou tentando alugar um apartamento com dois quartos, onde eu possa ter uma vidinha confortável e ainda receber umas visitas sem perder a estribeira com isso.

Claro, dentro das limitações do que eu ganho, e tendo em vista o quanto eu estou desejando economizar, isso é quase uma tarefa impossível: não consigo encontrar um apartamento para alugar em Amsterdam por menos de 1200€ por mês, nestas condições.

Desnecessário dizer que, dadas as minhas condições de moradia atuais, eu estou ficando angustiado com isso, e vou acabar precisando, mais cedo ou mais tarde, tomar providência sobre o capricho dispendioso que é morar em Amsterdam.

Neste ponto, terei apenas duas escolhas: ou eu desisto, alugo um apartamento por 1500€ por mês e moro bem, ou eu desisto, saio da cidade e vou alugar apartamento noutro canto qualquer do país, por uma fração deste preço.

Claro, a escolha óbvia parece ser desistir.

Pensando nisso, eu posso tentar desistir desta cidade e escolher outra mais ou menos longe daqui, onde receber os amigos e parentes vai ficar um pouquinho mais confuso, mas onde, pelo menos, eu espero, o longo braço sacador de dinheiro do governo Netherlander não alcance o meu bolso. Bom, pelo menos, não tão fundo.

Eu espero.

Ou desisto.

Nenhum comentário: