domingo, fevereiro 04, 2007

Domingo...

Eu acordei cedão no domingo. Fiquei deitado (ficar na cama não se aplica, no meu caso... não tenho cama, ainda...), li (eu tenho lido pacas, uns dois livros por semana), comi iogurte com morangos e biscoitos para o café da manhã.

Perto do meio-dia, eu me levantei e fui á missa, na Igreja de São Nícolas (Saint Nicolaas Kerk - essa aí na foto), pertinho de Damrak. Missa em castelhano, padre espanhol, missionário (jesuíta, eu acho?), de bom humor e moral alta. Por outro lado, povo morto, sem moral, que olha para a gente quando a gente canta (mesmo com o padre insistindo para todo mundo participar e cantar). Imigrantes, na sua grande maioria (claro, o que eu estava esperando?). Na sua maioria, latinos, hispânicos, mas alguns brazileiros também.

Me impressionou a má-vontade do organista. E a idade do órgão, que, pelas minhas contas, tem 117 anos.

Me impressionou a didática e a qualidade do sermão, também. O padre falou de trabalho, do trabalho dos discípulos que foram convocados para ser "pescadores de homens". Principalmente, falou de trabalho.

Me deixou impressionado também ver tanta gente pedindo orações para "mantener el trabajo". Esse povo precisa ser avisado que eles estão na Holanda, e que aqui tem trabalho para particamente qualquer um que deseje... eu acho. Já não com tanta certeza.

Nenhum comentário: