quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Era uma casa, muito engraçada...




... não tinha porta, não tinha nada. Ninguém podia entrar nela, não, por que na casa, não tinha chão. Ninguém podia dormir na rede, por que na casa não tinha parede. Ninguém podia fazer pipi, por que penico não tinha ali. Mas era feita com muito esmero, na rua dos bobos, número zero! (Vinícius de Morais)

É, hum... bom, por agora, ninguém melhor que o Marcus Vinícius da Cruz de Mello Morais (diplomata, jornalista, compositor e poeta - não necessariamente nesta ordem) brasileiro, para descrever o lugar onde eu estou alojado.

Eu não tenho queixas, e estou levando com bom humor a minha situação. Mas, também, eu vou à forra, assim que eu tiver alugado o meu apartamento, vou comprar móveis e vou fazer questão de ter uma casa decente, e de poder receber os meus amigos nela. Ninguém perde por esperar...

Um comentário:

marmita disse...

We want to see the famous trash can where that mouse/ral visited two or three nights ago...!
Send us a picture of that famous trash can/basket, whatever it is.