domingo, fevereiro 04, 2007

Feijoada!

Bom, como é domingo, e meu dever de cristão já estava cumprido, eu resolvi aproveitar.

Faz muito tempo que eu tenho vontade de comer uma feijoada. Uma daquelas, porcas, sujas, que a gente pede no boteco da esquina e escuta o porco gritar.

Bom, por muito acaso, na sexta-feira, eu tive a oportunidade de conversar com um brazileiro que está vivendo aqui em Amsterdam. E a única coisa que eu consegui perguntar para ele sobre a cidade foi "onde se pode comer uma boa feijoada, aqui?"

A resposta foi pronta e clara: Kinkerstraat 16, Amsterdam.

Sendo assim, resolvi conduzir uma pequena diligência para inspecionar a feijoada.

Fui recebido num lugar surreal: eu acho que é o único boteco que existe em Amsterdam, com direito a piso de cerâmica lavável (99% dos pisos aqui são madeira), balcão de bloco de tijolo baiano (!!) importado, e, principalmente: cozinheiro importado da Bahia, que fez uma feijuca média, nem muito boa, nem muito ruim. :-) Mas que quebrou meu galho, matou minha saudade de comida brazileira por uns tempos e vai me manter cheio até amanhã (nossa, como eu comi...).

Os caras também tem uma lojinha, do lado, e vendem tudo o que você pode imaginar para a sua casa, seu carro, de comida a roupa, realmente de tudo. Eu não vi nenhum sentido em comprar caro produtos brazileiros longe assim de casa, mas paciência... tem idiota para tudo neste mundo.

Depois do almoço, eu gastei meu tempo lendo no De Balie, até a hora de ir dormir... acabei tomando dois chás e uma cerveja (não necessariamente nesta ordem), e terminando mais um livro. Eu ainda vou iniciar uma lista de livros que eu já li...

Nenhum comentário: