sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Retiro... de trabalho.

Dias 21 e 22 de fevereiro o pessoal da minha equipe de trabalho mudou de cenário, saiu de dentro do escritório e foi fazer um "retiro de trabalho" num hotel chamado Marquette, que fica num lugar chamado Heemskerk, uns 30 minutos de trem a noroeste de Amsterdam.


View Larger Map

A gente estava lá com objetivos de trabalho específicos, mas também pela mudança de cenário, para quebrar a rotina e relaxar.

Foi interessante. E mais gostoso de trabalhar que o usual. Eu aproveitei para colocar em dia um projeto pessoal que eu tinha, de começar a escrever e publicar meu primeiro módulo no CPAN, a maior e mais bem-organizada biblioteca de módulos Perl online do mundo.

Durante o dia, na quinta, nós tivemos 3 pausas para o café, e trabalhamos em ritmo de brainstorm. No almoço, comemos os tradicionais sanduíches e salada da holanda, em grande estilo (já que a sala de almoço datava de 1250, e foi usada pelos Condes de Holanda. Claro, a maior parte das coisas era imitação, e os trabalhos de restauração terminaram escondidos debaixo dos trabalhos de adaptação do lugar para se tornar um hotel mais ou menos decente.

A tarde da quinta feira transcorreu sem maiores problemas, e a gente parou o trabalho pelas 18:00, para drinks (por conta da empresa :) e esperar o jantar. Conversamos, falamos bobagens, e nos divertimos.

O jantar foi servido praticamente apenas para nós, na biblioteca do castelo, que foi convertida numa espécie de salão de jantar com livros e muitos quadros de condes, duques e cotas-de-armas.

Comemos à moda holandesa, novamente: filé do lombo de porco com molho de cogumelos e vinho tinto, acompanhado de legumes cozidos demais, vinho tinto, água mineral e pão. Ah! A entrada foi carpaccio. :) Não foi das piores refeições que eu tive, certamente.

Fomos para os nossos quartos (o RIPE NCC reservou um quarto para cada um dos integrantes do Database Group), nos trocamos e voltamos para jogar conversa fora e relaxar. Eu fui me deitar pelas 11:30, que o dia seguinte prometia ser comprido.

Na sexta feira, acordamos, tomamos café da manhã e começamos os trabalhos.

Durante a tarde, a gente estava com a agenda mais sossegada, e o Jos me sugeriu que eu poderia usar o tempo e o conhecimento do pessoal presente para começar a escrever o código do meu Parser RPSL. Foi o que eu fiz, durante a tarde, e depois, mais um pouco, no trem, até chegar em casa. Eu terminei de escrever a documentação e ajustei a cobertura dos meus testes na mesma noite, e publiquei o meu primeiro módulo Perl no CPAN. :)

Eu demorei muito tempo para fazer isso, principalmente por que eu queria que o meu primeiro módulo fosse uma coisa que ninguém tivess implementado antes. Já temos muitos módulos implementando estruturas de dados clássicas, e muitos mais ainda para fazer coisas óbvias para a Internet, e muitos padrões úteis também já tem módulos.

Demorou, mas eu encontrei alguma coisa que é útil, que todos os provedores de internet são forçados a manipular, e que ninguém implementou em Perl. :)

Nenhum comentário: