domingo, fevereiro 24, 2008

Zen e a Arte de Manutenção de Bicicletas

Esta semana eu me prometi que iria refazer o cabeamento e trocar as lâmpadas e o dínamo da minha bicicleta.

O dínamo que eu tinha estava caindo aos pedaços, não funcionava bem e me fazia suar a camisa sempre que eu precisava dele.

As minhas lâmpadas mal brilhavam, tal era a quantidade de energia desperdiçada pelos fios enferrujados (eu nunca vi cobre enferrujar, diga-se de passagem!), e o encardido dos vidros de proteção me deixavam com a visibilidade do Mr. Magoo, sempre que eu tinha de andar de bicicleta durante a noite.

Como, para completar o quadro, a polícia daqui multa os ciclitas que não tem as lâmpadas em ordem durante a noite, e a multa parece ser alguma coisa como 50-70 euros, eu resolvi que gastar um pouco e colocar lâmpadas novas na minha bicicleta poderia ser bom negócio. :) Eu fico seguro e economizo a diferença.

Aproveitei que o Manuel queria compania para almoçar no sábado e passei numa loja de bicicletas para tratar disso, logo depois do almoço. As peças são padrão, cabem em qualquer bicicleta, e custaram: 7,80 euros (dínamo, 6V, duas saídas de energia), 20,00 euros (lanterna nova e lâmpada de halogênio para a frente), e 12,45 euros (lâmpada comum, 6V e lanterna com refletor, cor vermelha, para o paralama traseiro).

Eu montei o dínamo e a lâmpada da frente eu mesmo, hoje. Demrei quase 1:30 horas, mas estava "enferrujado": faz já algum tempo que eu não faço nada assim, e não tinha ferramentas apropriadas para tudo. Também senti falta de ter um rack para suspender a bicicleta, como a gente vê nas bicicletarias por aqui.

Não consegui desatarrachar o parafuso da lâmpada de trás, infelizmente. Eu deixei ele "de molho" numa boa carga de WD40, e vou voltar a tentar daqui a umas horas.

De qualquer forma, eu fiquei muito feliz com o resultado: a lâmpada da frente agora produz uma luz forte e brilhante, e eu vou estar mais seguro durante os meus passeios de bike noturnos. :)

Nenhum comentário: