quinta-feira, março 13, 2008

Pagando a minha língua, como sempre...

Bom, eu protestei, e parei de blogar... mea culpa.

Eu tenho estudado muito holandês, que vem aí as minhas provas finais para o segundo módulo. Isso tem me ocupado as noites da semana, e tudo o que eu tenho livre de obrigações no meu final de semana.

Também ando estressado com o trabalho. Por causa de problemas (com|em) outros departamentos, os meus pedidos para as operações andam demorando mais do que estava previsto, e isso está atrasando o meu projeto como um todo. Como agora é a fase de implantação, estou com todas as tarefas sobre o caminho crítico, e cada dia de atraso em qualquer coisa é um dia de atraso no projeto como um todo. Ainda bem que o meu gerente sabe o que está fazendo, ou eu estaria louco a esta altura.

Para ajudar, minha bicicleta está com um pneu furado outra vez. :( Eu preciso comprar ferramentas e aprender a remendar pneus furados eu mesmo. Também ia bem ter uma bancada. Trabalhar sentado no chão da minha garagem é uma merda.

O que mais anda acontecendo aqui? Bom, final de semana passado, eu recebi em casa o Michael Schwern, um amigo da comunidade Perl estadounidense. Eu mostrei Amsterdam para ele, de bicicleta. Nada como um final de semana bem aproveitado para a gente aliviar o estresse.

Claro, houve colaterais. Eu voltei a jogar EVE, a convite do Michael. :) Existe uma corporação de programadores perl lá, coisa que eu ignorava.

Para terminar: as minhas férias estão marcadas, vou ao Brazil em maio.

2 comentários:

Nélio disse...

Opa, pode ser que consigamos tomar um copo em são paulo desta vez! :)
Estou curioso porque e que estás sempre a escrever o nome do teu país com "z"... ?

Um abraço!

marmita disse...

Consertar qualquer coisa que seja, é sempre uma terapia...!
Espero que sua bicicleta te encontre sempre disposto a consertá-la!
Claro que o tempo voa, não é legal?
Bom, estamos ansiosos, aguardando sua chegada; vamos (voce e nós)vencendo um dia de cada vez.
Depois quando você estiver entre nós, vamos fazer o contrário: tentear esticar cada dia o máximo que pudermos...!
Neste fim de semana, estivemos numa feira de animais de médio porte: estávamos interessados nas cabras, suas raças e tipos, quem e onde criam, etc.; eu, mamãe e o André. Passamos um tempo junto e sem preocupações. Foi só um contato, nada mais.