sábado, maio 17, 2008

Compras, Bons Negócios, Más Impressões

A pesar de ter chegado ao Brazil há apenas umas poucas horas (ainda estou funcionando no horário de Amsterdam), eu pedi à minha única e querida irmã que me levasse para fazer compras - preciso de um tênis e um sapato de couro marrom, pelo menos, e nada como aproveitar o poder de compra extra que eu tenho na Terra Brasilis.

Minha irmã me levou ao Shopping Center Norte, me explicando que era o melhor lugar de Sampa para ver sapatos.

Chegamos lá no final da manhã, e o shopping já fervia. Nossa sorte foi que ela precisava lavar o carro, e nào foi preciso ficar em filas para estacionar (sim, um dos maiores estacionamentos a céu aberto da cidade, que pode ser visto facilmente pelo Google Maps, estava lotado.

Mesmo assim, nós conseguimos consultar duas ou três lojas. Os modelos disponíveis variam um pouco de loja para loja, mas o que me impressionou foi que os preços eram os mesmos, ao último centavo, sempre que se encontravam os mesmos modelos. Parece até que eu estou comprando commodities, mas sem a vantagem de ter preços baixos.

Decidi comprar dois tênis (pelas minhas contas, é como comprar um par na europa). Ainda faltam os sapatos e outras coisinhas, mas tudo bem. Eu ainda tenho uns dias, vou tratar disso conforme a mamãe tenha disponibilidade para tanto.

A Marina precisava almoçar (era tarde). Fomos à praça de alimentação, e, para a minha surpresa, conseguimos relativamente depressa um lugar para sentar. O lugar era como um formigueiro, com gente constantemente circulando com bandejas sobre as cabeças dos que comiam. Eu não me senti à vontade, em absoluto.

Depois de pegarmos os tênis, retornamos para o carro e partimos. Eu ainda tinha de ir ao O'Malley's para ver os Perl Mongers, e já estávamos no limite do horário. E olha que não compramos quase nada...

Nenhum comentário: