segunda-feira, junho 02, 2008

Guerra, e não é minha culpa.

Vem aí uma guerra, e não é culpa minha. Mas tem coisas que a gente não pode escolher. Eu preferia não ter de passar por isso, mas parece que não vai ter jeito.

Mais uma vez, não sou o responsável. E, desta vez, só desta vez, eu não vou ser bonzinho.

Nenhum comentário: