domingo, agosto 24, 2008

Eu tenho vergonha da ditadura... e de outras coisas mais.

Hum. Hoje, eu fiquei sabendo sobre uma prática fascista, dentro de uma comunidade Open-Source, que me deixou completamente envergonhado de ser moderador de listas de discussão em língua portuguesa.

Por acaso, aprendi que existe uma lista chamada Shell-Script, sediada no Yahoo!Groups, cujos moderadores me fizeram reconsiderar o meu auto-atribuído título de "ogro bem-conhecido em 4 países".

Enquanto lia as mensagens que eu postei acima, eu descobri esta aqui, do Júlio Neves, que todo mundo chama de "bam-bam-bam" do Shell Script. Ele se inscreveu na Lista de Perl de Cascavel não por que queria aprender Perl, mas para justificar o que ele escreve nesta mensagem, de onde eu copiei o trecho abaixo:
Fiz anonimamente (com nick perlnajaca) uma simples pergunta (como posicionar o cursor na tela) na melhor lista de Perl do Brasil e obtive uns 10 e-mails como resposta. Cada um me mandava ler um livro, nenhum me disse como se fazia. Isso é que é uma lista legal? Aqui vc conseguiria 10 respostas com explicações e exemplos em menos de 10 min.
O que o senhor afirma nesta mensagem é mentira, as pessoas te apontaram para a documentação das bibliotecas corretas para resolver o problema, e, pelos horários das mensagens, demorou bem pouco tempo. Veja a sua pergunta e a minha resposta, que não te apontava para livro nenhum, mas para a solução do seu problema, com exemplos, documentação e código.

Eu aguardo um pedido formal de desculpas, não apenas para mim, mas para a Comunidade de Perl do Brasil, que não precisa deste tipo de atitude nem sua, nem de ninguém.

Eu tenho vergonha da Ditadura (de 1960), da ditadura (que eu pude observar na lista de Shell Script), e de gente que mente sem se envergonhar disso, entre outras coisas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Fui verificar e vi que lá o bicho pega... se escrever algo sobre sistema operacional e não terminar com a palvra shell eles decaptam o usuário.

Será que o Julio é o Hitler das Listas de discusão.
Bem se é eu não sei mas que ele é um babaca ele é, sobre tudo mau educado.