terça-feira, abril 07, 2009

Fita adesiva e chiclete mastigado

Ter um guia de estilo para formatar o código fonte em que o seu time está trabalhando é muito importante.

Primeiro por que código formatado consistentemente, de acordo com um padrão previsível e regular, ajuda a leitura e compreensão do código por qualquer pessoa interessada no código.

Segundo, por que ter o código formatado de acordo com um padrão uniforme ajuda a reforçar a sensação de que o código não pertence a um programador em específico, mas ao time que o mantém.

Claro, para que tudo isso se aplique, é preciso que o guia de estilo a ser aplicado seja definido de forma objetiva, de preferência programaticamente, para que as regras sejam aplicadas consistentemente, sem preconceito.

Hoje, no trabalho, eu escutei de um colega que se diz programador que a melhor regra é a "legibilidade" do código, um conceito totalmente subjetivo e altamente controverso. Ele se recusou terminantemente a se comprometer com qualquer padrão objetivo, que pudesse ser aplicado por um programa de computador.

O mais desanimador foi ver o meu gerente aceitando isso. Eu quase não consegui acreditar que aquele grupo é diretamente responsável pelo bom funcionamento da Internet européia.

Claro, eu não vou aceitar isso quieto, e vou fazer o que eu puder para consertar isso. Eu não quero que a Internet continue funcionando à base de fita adesiva e chiclete mastigado.

Nenhum comentário: